17 de set de 2011

Cowboys and Aliens


Se tem o dedo de Steven Spielberg, a diversão é garantida. É o caso desse blockbuster que mistura dois gêneros caros ao cinema: os filmes western e os filmes de alienígenas. O filme explora bem os dois gêneros, colabora ainda o bom uso dos efeitos visuais e do elenco.


Minha Cotação: * * *








Cowboys and Aliens
por Celso Sabaddin

http://cinema.cineclick.uol.com.br/criticas/ficha/filme/cowboys-aliens/id/2792

A mistura de gêneros, recurso que o cinema sulcoreano já descobriu faz tempo e tem praticado com muito talento, ainda é novidade em outras cinematografias mais conservadoras e mais presas aos padrões de mercado. Como a norteamericana, por exemplo. Por isso, é mais que bem-vinda esta divertida brincadeira cinematográfica cujo título já define tudo: Cowboys & Aliens. É isso mesmo que você pensou. Um filme de aventura que mistura no mesmo balaio os cânones tradicionais de dois dos gêneros mais apreciados pelo público em geral: os westerns e a ficção científica, mais especificamente os filmes sobre invasores interplanetários.

Tudo começa num típico deserto de filme de faroeste, onde um sujeito (o 007 Daniel Craig) acorda o meio do nada, sem lembrar sequer o seu nome (hello, Jason Bourne). Em seu braço, um estranho bracelete futurista. Não demora muito para ele se envolver com o filho mimado de Dolarhyde (Harrison Ford), o inescrupuloso poderoso local. Claro que entre ambos vai nascer uma rivalidade mortal. Afinal, estamos num filme de cowboy. Mas todas as diferenças terão de ser superadas com a presença de um inimigo (muito) maior: invasores do espaço dispostos a roubar todo o ouro da Terra e, de quebra, extinguir nossa raça. Claro, estamos num filme de ETs.

Escrito a 16 mãos (uia!), o roteiro aos poucos incorpora outros elementos – criminosos, índios – que terão de esquecer suas diferenças históricas e se assumirem como meros seres humanos para enfrentar os invasores. Não deixa de ser um filme pacifista. E familiar, já que o fio condutor da narrativa se apóia basicamente num garoto em busca pelo avô, num homem em busca da esposa, e num pistoleiro arrependido em busca de uma nova vida.

Mas para quem não está nem um pouco a fim deste tipo de leitura humanista, Cowboys e Alienscumpre com eficiência sua promessa básica de diversão e entretenimento. O diretor Jon Favreau, o mesmo dos dois Homem de Ferro, constrói bem seus personagens (que não são poucos), coloca humor na medida certa, e domina bem os efeitos especiais. Claro, com muita ação, pois trata-se acima de tudo com um filme com pretensões a blockbuster.

Com produção de Steven Spielberg, Cowboys e Aliens é baseado nos quadrinhos de Scott Mitchell Rosenberg, e garante boa diversão sem compromisso.




FICHA TÉCNICA
Diretor: Jon Favreau
Elenco: Sam Rockwell, Olivia Wilde, Harrison Ford, Daniel Craig, Clancy Brown
Produção: Brian Grazer, Ron Howard, Alex Kurtzman, Damon Lindelof, Roberto Orci, Scott Mitchell Rosenberg, Steven Spielberg
Roteiro: Roberto Orci, Alex Kurtzman
Fotografia: Matthew Libatique
Duração: 118 min.
Ano: 2011
País: EUA
Gênero: Ação
Cor: Colorido
Distribuidora: Paramount Pictures Brasil
Estúdio: Imagine Entertainment / DreamWorks SKG / Universal Pictures
Classificação: 12 anos

0 comentários:

Postar um comentário