26 de jun de 2012

True Blood - 5a. Temporada

Christopher Meloni interpreta o guardião da Autoridade
26/06/2012 - 10h57

Vampirão de "True Blood" é inspirado em políticos dos EUA

FERNANDA EZABELLA
DE LOS ANGELES

Alan Ball, criador de "True Blood", está no set de filmagens, no restaurante Mer-lotte's, onde a protagonista Sookie Stackhouse (Anna Paquin) trabalha de garçonete.

Ele abre a geladeira repleta de cervejas e anuncia aos visitantes: "Hoje não tem Tru Blood", diz, sobre a bebida feita de sangue sintético tomada no seriado.



A quinta temporada de "True Blood", que estreou no Brasil neste mês, traz novos personagens e uma trama apimentada por questões políticas e religiosas.

Será a última de Ball como produtor-executivo, desde que montou o seriado, em 2008, baseado nos livros de Charlaine Harris.




"Estou à beira de enlouquecer, saio pela minha saúde mental. Vou tirar férias, recarregar as baterias, pensar no que quero fazer", disse Ball a um grupo de jornalistas em Los Angeles.

"Vou continuar visitando o set, dando palpites, mas tudo do banco de trás. É um trabalho imenso fazer um seriado deste tipo, é quase como dez meses produzindo um filme. Sinto que trabalho há 13 anos sem parar", continuou.

Ball também foi responsável pela série "A Sete Palmos" (2001-2005) e pelo roteiro de "Beleza Americana" (1999).

Se confirmada uma sexta temporada, "True Blood" será liderado por Mark Hudis, que fez roteiros para "That 70's Show" e "Nurse Jackie".

O seriado agora enfoca a Autoridade, uma instituição vampiresca que funciona como "uma mistura de Igreja Católica e Suprema Corte", responsável por tomar decisões sobre o futuro dos vampiros, como a criação e o financiamento do Tru Blood, essencial para a coexistência pacífica com os humanos.

O guardião da Autoridade há 400 anos é Roman, interpretado por Christopher Meloni, recém-saído da série "Law & Order: Special Victims Unit". Ele lutará contra uma facção dentro do grupo que acredita que os vampiros deveriam controlar o mundo e se alimentar dos humanos, como escrito em sua bíblia.

A inspiração para Roman veio das observações de Ball dos políticos nas primárias republicanas durante a eleição do candidato do partido para a disputa presidencial deste ano. "Havia pessoas que realmente gostariam que os EUA fosse uma teocracia", disse. "É insano."

As cenas de sexo, no entanto, continuam fortes. "Sempre evitei essa coisa recatada que é sexo na TV americana ou nos filmes, tudo idealizado e ridículo, enquanto em outros países o sexo parece mais natural e real", diz Ball.

"Temos sorte de ter atores que não têm problemas de explorar isso -muitos não são americanos. Acho que deram o tom logo no início porque não estavam nervosos."


NA TV
True Blood
Quinta temporada
QUANDO dom., às 22h, na HBO
CLASSIFICAÇÃO 18 anos

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/1110590-vampirao-de-true-blood-e-inspirado-em-politicos-dos-eua.shtml



Um comentário: